sexta-feira, 28 de maio de 2010

No dia 19 de Março no final do 2º período e para comemorar a Páscoa as turmas da nossa escola realizaram um Peddy Peper - À Procura dos Ovos.
Partimos de um ponto e fomos seguindo as pistas que encontrámos em cada sítio, a pista era um enigma que tinhamos que descobrir para passar ao ponto seguinte. Quando chegámos ao final tivemos de organizar  um puzzle e depois o coelhinho da Páscoa ofereceu-nos os ovinhos de chocolate. Uma delícia!


Na semana da poesia a nossa turma concorreu com muitas poesias.
A Biblioteca da escola promoveu um concurso e foi a Mariana Brinca que venceu com a poesia "Tentando Imaginar".
Nós gostamos muito de ler e escrever poesias.


Tentando imaginar

Tentando imaginar
Dois corações a flutuar,
Uma lua
A brincar.


Tentando imaginar
Flores tão coloridas
Como o arco-íris
A magicar.


Tentando imaginar
Um peixe a dançar
Numa noite de luar
A amar.


Tentando imaginar
Que o Sol renascia
De uma noite escura e fria
A brilhar.



Mariana Brinca

sábado, 15 de maio de 2010

Peddy- Paper da Ciência

Dia 22 de Março dezassete pais da nossa turma vieram à escola para participar connosco no Peddy- Paper da Ciência organizado pelo Centro de Ciências Experimentais.
Conjuntamente com os nossos pais realizámos as experiências seguindo um guião que nos conduzia a vários espaços da escola.
Adorámos partilhar esta actividade com os nossos pais.


Dia da árvore

No dia 22 de Março foram plantadas sete árvores na nossa escola, uma por cada turma.
Esta actividade sensibilizou-nos para a importância da árvore/florestas na vida dos seres vivos e   alertou - nospara a necessidade da preservação do Ambiente.
Alguns alunos da nossa turma leram uns poemas sobre a árvore, depois fomos plantá-la com ajuda de um colega do PIEF, regámo-la e fizémos um canteiro com pedras.
No fim foi a vez de lhe escolher um nome, foram muitas as propostas, mas venceu o nome que obteve mais votos "Pena Leve", realmente as suas folhas pareciam penas a esvoaçar com o vento.
Agora temos uma árvore só nossa e prometemos cuidar dela com carinho e regá-la nos dias quentes.

Ficam alguns poemas que construímos e as fotos do início duma nova vida.
A árvore amiga
A árvore é livre

Como um pássaro a voar.

A chilrear ela é linda,

Extraordinária a cantar.
 Vive num jardim

Sozinha e abandonada

Gostava de estar acompanhada.

Encontrou um companheiro

Triste e abandonado

Que também gostava

De estar acompanhado.

Então chamou-o para viver com ela

Deu-lhe mimo e carinho

Amor e beijinho

Para se alimentar e crescer

Para ficar grande e linda.

Para terem filhotes

Semearam sementes, raiz e podas,

Regaram-se e amaram-se

Para sempre

Beatriz Carriço Gonçalves
A Árvore



A Árvore é
um bem essencial da Natureza
dá frutos e flores
cheios de cores
com um grande tronco
castanho e grosso
segura-se à terra
com grande beleza.


Tem grandes raízes para se alimentar
folhas felizes a cantarolar
vive na selva, vive no mar
vive no jardim , cheia de jasmim.



A Árvore que vive na selva
dá frutos tropicais
São recursos naturais
de folhas muito grandes
quando ela gera as sementes
crescem muitas mais.



Algumas nascem de poda
- Sabem o que é?
aqueles tronquinhos
que caem aos nossos pés.



As que vivem na planície do Alentejo
adoram ouvir os ranchos cantar
as oliveiras e chaparros
os sobreiros e azinheiras
são bonitos de encantar.

João Soares Olívia

A Árvore
A árvore
verde e linda
dança ao sabor do vento
com as folhas a balouçar
ou a chorar
no seu grande tormento.


De água se alimenta
vamos ver se alguém aguenta
cuidar dela é de graça,
apadrinhá-la é engraçado.


Ajuda o ambiente
seca quando está calor
e quando o Sol está ardente
por vezes quem o causa são as gentes
com descuidos permanentes.



Reproduz-se por sementes,
raízes ou poda
ajuda todas as mentes
a não ficarem doentes.

Mariana Lúcia









ILUSTRAR UM CONTO COM CHENÉ GÓMEZ

No dia 19 de Março tivemos a presença do ilustrador espanhol Chené Gómez na nossa sala de aula.
A Cristina Taquelim da Biblioteca Municipal de Beja explicou-nos o projecto “Os Contos do Caminho/Os Contos do Camiño/Los Cuentos del Camino/Les Contes du Chemin” cujo objectivo é o de contactar com os contos e com a tradição oral do património cultural e artístico europeu reunindo pessoas de diferentes culturas, raças e países, visando o intercâmbio e o movimento internacional da criação artística.
O Chené contou-nos o conto Juan La Burra, versão de um conto de tradição oral recolhido na zona de Cádis, depois começámos todos a trabalhar ilustrando, a pares, uma sequência do conto. Utilizámos recorte e colagem de vários tipos de papel.
O Chené levou as nossas ilustrações para virem a fazer parte de uma obra.
No final foi-nos oferecida uma mala de madeira cheia de livros.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Noite de contos

Os pais e mães da nossa turma marcaram presença na noite do dia três de Março na Biblioteca da escola E.B.I. de Santa Maria para uma sessão de contos dinamizada pela Cristina Taquelim que teve o prazer de se deslocar à nossa escola. A Cristina contou vários contos tradicionais Portugueses, como por exemplo: O Gato Tareco e outros Poemas Levados de Breca; A Princesa Pespeneta; Um bicho Estranho; Linda, à Linda; O Pirata Zarolho...

Algumas crianças ofereceram-se para contar histórias, O Luís Silva contou - O Pastor Mentiroso, o Daniel e a Mariana Vaz leram poemas com a Cristina.

Todos queriam contar ou ler mas tiveram muita vergonha!

A Cristina brincou com os pais convidando-os a participar nos contos, cantaram, fizeram gestos, repetiram palavras...

No final a professora Fátima Silva também contou um conto - A Tartaruga Sonhadora.

Foi um serão muito animado, estavam todos muito bem-dispostos e divertidos.
Depois foi saborear o cacau quente com biscoitos.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Carnaval Ecológico

Este ano o Carnaval na nossa escola teve como tema- CARNAVAL ECOLÓGICO, a nossa turma reutilizou jornais, revistas e panfletos para confeccionar os fatos e adereços.
As mães vieram ajudar e fizemos saias, vestidos, calças, calções, jardineiras, chapéus, laços, cintos e até malas.
Depois, na passadeira vermelha, foi desfilar com os nossos fatos de alta-costura.
Vejam como é possível, com a nossa imaginação, ajudar o ambiente e nos divertirmos!
Foi com muita tristeza que vimos o tempo pregar-nos uma partida e não podermos ir ao desfile da cidade.

video